Rob Gonsalves

O artista Rob Gonsalves nasceu em Toronto, Canada em 1959. Durante sua infância, ele desenvolveu um grande interesse por desenhar as coisas da sua imaginação usando vários meios. Quando tinha 12 anos, seu conhecimento sobre arquitetura cresceu e começou suas primeiras pinturas sobre prédios e construções imaginárias.
Depois de ser apresentado aos artistas Dali e Tanguy, Gonsalves iniciou suas primeiras pinturas surrealistas. Seu estilo aproximado "Magic Realism" de Magritte com as ilusões precisas de perspectivas de Escher passaram a ser grandes influencias para o seu trabalho. Apesar de o trabalho de Gonsalves ser frequentemente categorizado como surrealista, ele se diferencia devido ao fato de suas imagens serem planejadas conscientemente. Idéias são amplamente geradas pelo mundo externo e envolvem atividades humanas, usando dispositivos de ilusionismo planejados. Gonsalves injeta um senso de mágica em cenas realistas. Como resultado, o termo "Magic Realism " (realismo mágico) descreve seu trabalho precisamente. Seu trabalho é uma tentativa de representar os desejos dos seres humanos de acreditar no impossível.
O que eu realmente gosto no trabalho dele é a inspiração surrealista e a maneira com que ele cria transições incríveis de pontes a nuvens a caravelas. Mesmo sendo categorizado como surrealista, o trabalho de Rob é planejado com consciência, exatamente o oposto do surrealismo. Para entender e visualizar os mistérios de suas obras é preciso observar, entrar em seu mundo encantado e magnífico. Parar, observar e se questionar sobre o que realmente está vendo. E isto não é nada difícil, e é muito prazeroso!
A mensagem principal de suas obras é que não podemos, e nem devemos acreditar do que enxergamos logo no primeiro momento. Analisar e se deixar surpreender. É o tipo de pintura onde você consegue captar realidades paralelas distintas em um mesmo quadro. Rob Gonsalves ainda produz diversas telas, está estabelecido no mercado internacional, e pode ser comparado também a Rene Magritte e suas viagens fantásticas!